Julho foi difícil para os barreirenses. Os casos de Covid-19 aumentaram 326% e os óbitos 360%

Publicada em 31/07/2020 às 23:20

Eduardo Lena

Apesar dos números assustadores, o município tem adotado medidas amenas de combate da pandemia na cidade. As atitudes tomadas até o momento parecem que apenas bares, restaurantes, academia de ginásticas e salão de beleza são os grandes vilões da contaminação pelo coronavírus.

As filas quilométricas nas agências bancárias e a superlotação em alguns comércios populares parecem não convencer o gestor que algo precisa ser feito. Nem mesmo a superlotação nos leitos clínicos e de Uti’s do Hospital do Oeste, Hospital Central e Pronto de Atendimento Coronavírus foi capaz de mexer com a sensibilidade do prefeito. Talvez fosse a hora de fechar a cidade por um período de uma semana ou dez dias para ver se conseguimos reduzir a pressão que os novos casos de Covid-19 estão gerando sobre o sistema de saúde.

Para se ter uma ideia de como o mês de julho foi bastante complicado para os barreirenses, saímos de cinco óbitos para 23, um aumento de 360%. Quanto aos casos confirmados, no início do mês tínhamos 369 casos e encerramos o mês com 1.572, um acréscimo de 326%. Outro fator que tem gerado preocupação é que nestes 31 dias de julho, 149 profissionais de saúde testaram positivo e foram afastados de suas atividades, comprometendo ainda mais a caótica situação nas unidades hospitalares voltadas ao atendimento de pacientes infectados pelo Covid-19.

Acredito que se algo não for feito, o mês de agosto vai ser ainda mais difícil para os barreirenses. O que se tem questionado é, será que o gestor está recebendo pressão do setor lojista para não fechar o comércio?. Não sei, mas algo deve estar ocorrendo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br