Barreiras sediará pela primeira vez conferência pública para elaboração de orçamento participativo da Defensoria Pública

Publicada em 03/05/2016 às 09:58

conferencia

Ascom DPE/BA

Quase sete meses após ser reinaugurada na cidade, associações, grupos, entidades da sociedade civil e usuários dos serviços da Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA em Barreiras, no Oeste do Estado, terão a oportunidade de, pela primeira vez, participarem da elaboração do orçamento da Defensoria estadual. A cidade vai receber no próximo dia 9, às 14h, na Faculdade D. Pedro II, o ciclo de conferências promovido pela DPE para escutar sugestões de cidadãos e, a partir disso, construir metas e diretrizes a serem incluídas em seu orçamento de 2017.

Para participar é muito simples. Todos os presentes receberão formulários com tópicos relacionados às áreas de atuação da Defensoria estadual para que aponte, por exemplo, quais aspectos nas áreas de Direitos Humanos, Criança e Adolescente, Cível e Defesa Criminal deverão ganhar destaque da Administração Superior. Seja a partir da intensificação de atendimentos e serviços oferecidos a mulheres vítimas de violência doméstica; às crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, pessoas que estejam em conflito de terra e direito à moradia; pacientes que precisam de atendimento médico seja na rede pública ou privada, entre outros grupos de vulneráveis. Tabuladas, estas informações serão processadas e analisadas posteriormente, a fim de que se verifique como poderão ser transformadas em ações institucionais que atenderão a população de Barreiras.

“Como subcoordenadora da 3ª Regional, à qual a unidade está vinculada, vislumbro que a conferência reafirma a atenção à comunidade local quando, após muitos anos, reiniciou os serviços da Defensoria Pública em Barreiras, interiorizando o atendimento da Instituição, ao buscar aproximar-se mais dos assistidos”, destacou a defensora pública Cristiane Barreto. Ainda segundo Barreto, os participantes terão a possibilidade de receber informações sobre a atuação institucional, já há mais de seis meses, desenvolvidas pelas defensoras públicas Silvana Abreu e Valéria Teixeira.

Esse ano, pela primeira vez, os encontros acontecerão em todas as cidades onde a DPE está presente, chegando a 29 comarcas baianas. Mais do que importante, a presença de grupos e pessoas que utilizam os serviços da Defensoria é indispensável. Afinal de contas, Justiça se faz com participação popular.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br