Barreiras: Com plenário da Câmara lotado, Comissão da Alba discutiu violência contra a mulher

Publicada em 12/10/2019 às 15:30

Ascom Jusmari Oliveira

O plenário da Câmara Municipal de Barreiras ficou lotado no último dia 10, quando foi realizada Audiência Pública Itinerante da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, da Assembleia Legislativa da Bahia, que debateu ‘A Violência contra a Mulher, Feminicídio e Políticas de Empoderamento’. A sessão foi proposta pela deputada Jusmari Oliveira, vice-presidente da Comissão e foi aprovada por todo o colegiado que tem como presidente a deputada Olivia Santana.

Em seu pronunciamento Jusmari lembrou a importância da Audiência Itinerante instituída pela Comissão dos Direitos da Mulher que proporciona uma ampliação do poder legislativo para todos os territórios da Bahia. “Nosso principal objetivo é ouvir as pessoas, principalmente as lideranças que estejam comprometidas com a causa do enfrentamento da violência contra a Mulher”.

Jusmari ressaltou ainda que já fez a indicação para implantação de Delegacias da Mulher e Ronda Maria da Penha para várias cidades do Oeste e que, recentemente, apresentou na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei intitulado Mulher Empreendedora que visa facilitar o acesso ao crédito as mulheres para que elas possam ter autonomia financeira e prover o sustento das suas famílias.

A parlamentar prosseguiu dizendo o seguinte: “Essas audiências itinerantes levam o poder legislativo a todas as comunidades. E eu requeri essa audiência aqui em Barreiras, que é a cidade polo do do território do Rio Grande, por saber que esse plenário lotaria com o mesmo interesse de discutir esse tema. Queremos ouvir as lideranças que estão condoídos com a situação de grande parte das mulheres, que são vitimas da violência. Lutamos para ganhar o nosso espaço e parece que a violência hoje é porque eles não aceitam esse nosso espaço”, afirmou.

A presidente Olivia Santana conduziu a sessão e frisou que é papel do parlamento ouvir e dialogar com as mulheres de todas as regiões da Bahia para fazer um diagnóstico da situação e apontar alguns caminhos para agilizar as soluções. A presidente abriu a palavra para a platéia e diversas mulheres falaram sobre histórias pessoas e também opinaram sobre o que elas acham que deve ser feito no plano dos investimentos para diminuir o índice de violência contra a mulher. Uma das principais reivindicações foi a abertura nos finais de semana e a noite da Delegacia da Mulher com uma delegada platonista. Uma casa de abrigo da mulher vítima de violência também foi uma das mais fortes reivindicações da noite. Lideranças sindicais pediram ainda mais investimentos em educação, saúde e lazer e falaram da importância de equipamentos de cultura para que a juventude não tenha como única opção a bebedeira desenfreada que é um dos motores da violência contra a mulher.

Dezenas de autoridades fizeram parte da mesa. O presidente da Câmara, Eurico Queiroz, a delegada titular da Delegacia da Mulher Cláudia Duarte, a vice-prefeita de Barreiras Karlúcia Macêdo, o prefeito de Luis Eduardo Magalhães, Oziel Oliveira,- que fez um discurso sobre o amplo sobre os projetos daquele município para atendimento e defesa da mulher, o prefeito de Catolândia Ataide Pimentel, a coordenadora do Projeto Borboleta, de Luís Eduardo Magalhães, Flávia Riskkalla e o deputado Antonio Henrique Junior e Rose Cerrato, representando a Aiba – Associação dos Irrigantes do Oeste da Bahia. Ao todo oito municípios da região participaram dos debates com a presenças de vice-prefeitos, secretários, vereadores e lideranças dos movimentos sociais. A audiência também contou com a apresentação da pesquisadora da Universidade Federal do Oeste da Bahia – Ufob – Juliana Baldin. Ela apresentou dados quantitativos e qualitativos sobre a a violência contra a mulher na região. O trabalho apresentado por ela foi um dos pontos altos da sessão.

A deputada, Jusmari Oliveira fez uma homenagem para a também deputada Olívia Santana, lhe entregando um buquê de flores e ressaltando seu empenho e trabalho na propagação de políticas públicas em defesa da mulher. Jusmari também foi alvo de homenagens por parte do presidente da Câmara Municipal Eurico Queiroz que a entregou uma placa ressaltando o seu papel de primeira mulher presidente da Câmara de Barreiras, primeira mulher deputada estadual, primeira mulher a ser prefeita de Barreiras, primeira mulher a ser deputada federal e primeira mulher a ser secretária de estado pelo Oeste Baiano. Foram momentos de muita emoção e que arrancaram aplausos do público. Tanto Olívia Santana quanto Jusmari Oliveira se comprometeram em unir esforços para continuar que a Comissão continue realizando o trabalho de combate a violência contra a mulher em Barreiras e em todas as regiões da Bahia.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br