Pós-modernidade: Altruísmo versus egoísmo

Publicada em 16/05/2019 às 09:23

O mundo pós-moderno é definido pela condição de tudo parecer líquido: ou seja, tudo flui, é flexível e é passível de mudança. Verdade é que todo este dinamismo diz também sobre as nossas relações interpessoais e dos nossos interesses. Assim, as regras, as leis e as normas podem se apresentar de uma maneira e serem modificadas daqui a um minuto. Este fato coloca em discussão sobre o que esperar do futuro.

Falar em hedonismo aqui parece ser coerente, já que o prazer de nossos tempos tem sido colocado como bem supremo, seja o prazer relacionado ao consumo ou às situações em que pessoas se deleitam ao desprazer frente ao sofrimento, humilhação e mal estar de outras. Uma ilustração a esta ideia foi apresentada por um jornal sobre um caso de bullying em que rapazes que violentavam física e psicologicamente suas colegas pelo motivo de serem gordas foram levados à delegacia para depor sobre o caso. Lá, alegaram que tal situação, intitulada por eles de Rodeio das Gordas, seria apenas uma brincadeira e que as garotas é que não sabiam brincar. Aqui, percebe-se a mudança terminológica, ou seja, do discurso, para validar a violência, dando-lhe um nome bonito, sutil, flexível, novo. Isto naturaliza a violência fazendo parecer normal a mudança daquilo que conhecemos por direito inerente à pessoa humana, uma desconsideração do que definíamos por moral e respeito ao outro.

Fato é que na pós-modernidade as coisas podem mudar a depender dos interesses de quem tem poder, vide as compras de sentenças, violação e fabricação de processos, estelionato, falsidade ideológica, dentre outros. Reitera-se que isto tem se tornado epidêmico e as pessoas ignoram as condutas honestas, o respeito e as próprias leis. Assim, são venerados, admirados e seguidos aqueles líderes que atendem aos desejos particulares, o que em outras palavras diz sobre o egoísmo, a preocupação com seu emprego, sua casa, seu prestígio social, etc.

Isto faz pensar que altruísmo é uma palavra fora dos vocabulários e fora das atitudes pós- modernas, pois neste momento, em muitos lugares do mundo, estão sendo comemorados o roubo da democracia, as condutas desonestas e a transgressão às leis.  E já que tudo é passível de mudança, registra-se aqui o desejo de que em 2019 se tenha mais altruísmo, respeito aos outros e às leis.

* Hedonismo é uma palavra grega que remete a uma doutrina que enaltece o prazer como única norma moral.
* Altruísmo é uma palavra de origem francesa e é sinônimo de abnegação. Diz sobre as disposições humanas à dedicação aos outros. Se opõe ao egoísmo.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br