Hoje eu só quero agradecer

Publicada em 24/12/2014 às 13:23

renilson

Por Renilson Freitas

Agradeço ao Jornal Nova Fronteira que tornou possível este projeto. Que mais veículos de informação pensem como vocês e passem a massificar as boas notícias, as notícias de que o ser humano é lindo e está seguindo a sua caminhada evolutiva, e mais, que os tropeços fazem parte do aprendizado. A Leila, Eduardo e a Vinícius minha gratidão.

Esse foi um ano muito especial para a humanidade. Tivemos grandes oportunidades de crescimento. Foi um ano em que a energia deste planeta quis nos mostrar que nada está parado, estamos em pleno movimento e cada vez mais rápido. Esse aumento vibracional provocou a queda de muitas máscaras, especialmente no Brasil. Em muitos momentos ficamos atônitos, sem compreendermos os fatos que se desenrolavam às nossas vistas; percebemos a ausência do controle.

Agradeço à minha família (principalmente à minha esposa pelo auxílio na edição dos artigos) e aos queridos companheiros de leitura anônimos. Sem o apoio da minha família nada seria possível. Foi um ano de muitas viagens, de muita ausência em busca da presença do “Eu Sou”. Busquei tanto (e ainda busco) e nessa jornada aprendi a perceber que tudo já está. Buscamos fora para aprender que nada está fora, ou melhor, que não existe fora. Acredito que para alguns está difícil compreender o que passo nas linhas de hoje e peço desculpas, mas ainda não consigo traduzir em palavras o que estou experienciando. E aproveito para agradecê-los pela oportunidade de compartilhar os pensamentos, que em parte são meus.

Esse ano fez questão de nos mostrar ao que estamos realmente conectados. Nossos sentimentos, mesmo os inconscientes (talvez principalmente eles) foram potencializados e, na maioria das vezes, materializados. Os eventos estão se tornando mais evidentes, mais perceptíveis aos olhos humanos. Os animais demonstraram quão tamanha é a racionalidade que possuem e que esta está pautada no amor incondicional. O ser humano também está provando isso, basta abrir os olhos.
Agradeço profundamente a todos que cruzaram meu caminho. As dores provocadas serviram de lição para que eu percebesse o que ainda precisava ser mexido em mim, harmonizando as memórias e crenças. As alegrias foram fundamentais para eu sentir o divino em mim. Que estejamos sempre abertos para entender as mensagens da vida e seguir o fluxo do amor em nossos corações.

Cultivem o amor nesse fim de ano. Deem presentes, mas percebam que é um ato de amor, não se finda na troca material. Em 2015 teremos novas oportunidades, vamos aproveitá-las. Vamos viver a vinda intensamente. Vamos consumir menos para trabalharmos menos e passarmos a ter tempo para nós, para a família, para os amigos, para a natureza. Deus está aqui e agora, está dentro de nós. Cada um de nós é uma centelha de luz desse amor universal.

Amor e luz!

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br