Esclerose: tratamento não cirúrgico para os nódulos tireoidianos císticos

Publicada em 21/08/2019 às 09:49

Drª Rebecca Bomfim Suruagy Padilha*

Estima-se que cerca de 7% da população tem nódulo tireoidiano, mas apenas 10% deles são malignos, os quais tem indicação cirúrgica.

A esclerose ou IPE (injeção percutânea de etanol) é um método seguro, utilizado há cerca de 30 anos nos Estados Unidos, e ainda pouco difundido no Brasil. É bastante útil para tratamento de nódulos císticos de tireóide, como alternativa á cirurgia. É feito ambulatorialmente, guiado por ultrassom, em poucas sessões. O incômodo gerado é o mesmo de uma punção. Fazemos a aspiração do conteúdo do nódulo, com posterior injeção de etanol, que leva a diminuição progressiva do volume da lesão.

A resposta ao tratamento varia, mas geralmente ocorre uma redução de mais de 70% do volume do nódulo ao final do tratamento. Realizo esse procedimento há cerca de 4 anos em meu consultório e em vários paciente esses cistos desapareceram por completo, inclusive cistos volumosos.

*Endocrinologista (RQE- 17931/ CRM-Ba- 18030)
-Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia. Pós-graduada em Nutrologia pela ABRAN. Atua também realizando exames complementares – Ultrassonografia e Punção de tireóide (PAAF), Bioimpedância Elétrica e Esclerose de Cistos Tireoidianos.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br