A cura pelo oriente

Publicada em 12/10/2015 às 11:41

renilson

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o reiki não é uma religião ou seita, apesar de sua origem remota ser o budismo tibetano. Essa terapia alternativa já foi reconhecida pela Organização Mundial da Saúde e seu sistema de cura é baseado na imposição das mãos. “Rei” significa energia vital universal e “Ki”, energia vital de cada ser. O Reiki busca a harmonização dessas energias para que haja a cura, com o retorno do bem-estar físico, mental e emocional, e não apenas com o alívio das patologias.

A terapia é indicada para melhorar a imunidade, estresse, depressão, ansiedade, obesidade, apoio em doenças graves e crônicas e também para a harmonização de relações interpessoais. “Qualquer pessoa pode procurar um reikiano e fazer terapia porque a energia age não só sobre doenças físicas, mas também sobre as emoções e o espírito”, conta a terapeuta reikiana Marilda Duarte. Entre as vantagens listadas por ela estão a melhor compreensão do indivíduo sobre si próprio e o fato de não haver contra-indicações.

A cura é promovida pelo próprio indivíduo a partir da ativação de seu sistema imunológico e do restabelecimento do fluxo de energia pelo corpo. Os praticantes do reiki, que se colocam como canais de energia, não garantem a cura de uma doença porque, segundo eles, a pessoa que o recebe pode, consciente ou inconscientemente, recusar a energia. Isso quer dizer que ficar doente ou até mesmo morrer pode ser uma vontade porque talvez seja a única forma de se obter algo que não se conseguiria de outra maneira.

Ayurveda

Em sânscrito, a palavra ayurveda significa Ciência da Vida. Essa é uma ciência desenvolvida na Índia há mais de cinco mil anos e muitos dos seus princípios foram adotados pelas outras ciências da saúde orientais, como a chinesa. Seus praticantes acreditam a doença é sinal de desequilíbrio entre o corpo, os sentidos, a mente e a alma.

Existem diversas terapias baseadas na ayurveda: exercícios, nutrição, meditação, ervas, ioga e massagem. A massagem ayurvédica é a técnica mais divulgada no ocidente. Ela integra manobras de tração e alongamento dos tendões e ligamentos, estimulando diversos pontos e órgãos vitais. É indicada no combate ao estresse físico, emocional, mental e energético. Atua sobre a pele e os músculos estimulando a circulação sanguínea, melhorando a nutrição e a oxigenação dos tecidos e eliminando toxinas.

A massagem age relaxando o organismo e busca a manutenção da saúde. Ela costuma ser indicada no alívio de dores musculares, dores reumáticas, problemas de coluna, vícios posturais, enxaqueca, estresse, depressão e síndrome do pânico, entre outras, além de fortalecer o sistema imunológico.

Mesmo com tantas opções, antes de optar por um método, é importante escolher um profissional credenciado a associações de classe e, se precisar, escutar várias opiniões para saber qual é o melhor tratamento para você. Fique atento!

Fonte: http://www.bolsademulher.com/corpo/guia-de-terapias-alternativas-2

1 Comentário

  1. Neiva Beatriz disse:

    Parabéns, essa coluna é maravilhosa. Leio todos os artigos. Eles me ajudam e me orientam para uma melhor qualidade de vida.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br