46 Mortes: Médico fala sobre cuidados com o vírus H1N1

Publicada em 14/04/2016 às 17:42

medico1

Por Tiago Lira

Conforme o Ministério da Saúde o vírus da gripe H1N1 já matou 46 pessoas esse ano no país. Em entrevista exclusiva, o médico José Barbosa, afirma que a vacina contra o H1N1 é a principal arma da população barreirense contra a doença.

“Tomar a vacina é fundamental. Em São Paulo está ocorrendo um surto da doença. Lavar bem as mãos com água e sabão, e, utilizar álcool gel, além é claro evitar o contato com pessoas gripadas, também são medidas importantes”, alerta.

Conforme o médico é difícil diferenciar a gripe causada pelo H1N1 de outra. A preocupação maior é a Síndrome Respiratória Aguda Grave, que tem levado as pessoas a óbito. Os sintomas são: falta de ar, desconforto respiratório, aumento da frequência respiratória e queda de pressão.

“O risco de se adquirir o vírus aumenta quando a imunidade cai. Por isso, praticar exercícios físicos, ter uma alimentação saudável e o sono regular são fatos  importantes para a prevenção”, relata José Barbosa.

Cinco dicas de prevenção ao H1N1:

1º dica: Não deixe de se vacinar contra o vírus H1N1. A vacina será disponibilizada pelo SUS neste mês para os grupos com risco de maior complicação como o dos idosos, crianças de seis meses a 5 anos e gestantes;

2º dica: Evite o contato com as pessoas com a gripe H1N1, como abraço, beijo e aperto de mão. Em ambientes fechados, procure deixar as janelas abertas para que haja circulação do ar;

3º dica: Lave muito bem as mãos com água e sabão (inclusive entre os dedos, nos pulsos e por dentro das unhas) e utilize álcool gel para uma higienização completa.

4º dica: Ao se segurar em lugares públicos como maçanetas, corrimãos, apoios dos ônibus, evite levar as mãos até os olhos, nariz e boca enquanto não puder fazer nova higienização;

5º dica: Evite estresse, ansiedade, má alimentação, dormir pouco, beber e usar drogas. Isso enfraquece o sistema imunológico e deixa o organismo ainda mais exposto ao vírus.

A preocupação maior é a Síndrome Respiratória Aguda Grave, que tem levado as pessoas a óbito

A preocupação maior é a Síndrome Respiratória Aguda Grave, que tem levado as pessoas a óbito

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br