Prêmio Abapa de Jornalismo será entregue a profissionais e acadêmicos que se destacaram com produções sobre o algodão baiano

Publicada em 20/11/2019 às 14:13

Ascom Abapa

Com a proposta de valorizar produções jornalísticas que destacaram a cotonicultura da Bahia em 2018/2019, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) realiza a cerimônia de entrega da I Edição do Prêmio ABAPA de Jornalismo. O evento será na próxima segunda-feira, 25, às 19h30, no auditório da União dos Municípios da Bahia (UPB), em Salvador. Além da premiação na categoria Profissional acadêmicos de faculdades de Jornalismo também concorrem, na categoria Jovem Talento.

O Prêmio Abapa de Jornalismo surgiu a partir de uma iniciativa similar, realizada pela Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto, em São Paulo (ABAG/RP), que desde 2008 produz o Prêmio ABAG/RP de Jornalismo e que em 2011 incorporou o nome de “José Hamilton Ribeiro”, em homenagem ao mais premiado jornalista brasileiro. O Prêmio Abapa recebeu as devidas adaptações, com alcance nacional e com a participação de cinco faculdades de Salvador (BA), na Jovem Talento.

Após a fase de produção, inscrição e seleção dos trabalhos jornalísticos nas modalidades de impressos, internet e vídeo, é chegada a hora de divulgar a escolha da banca julgadora, formada por cinco profissionais, três do Jornalismo e dois da área técnica da cotonicultura. Já para que as produções dos acadêmicos obtivessem mais vigor e informações, a Abapa organizou visitas técnicas com a participação de cerca de 115 acadêmicos que viajaram de Salvador para o Oeste da Bahia para conhecer detalhes sobre a cadeia produtiva do algodão.

Na próxima semana, a Capital da Bahia receberá a cerimônia de premiação da edição piloto da Prêmio Abapa de Jornalismo, uma inciativa que contou com a participação de trabalhos de jornalistas de estados como São Paulo, Rio Grande do Sul, Bahia e Tocantins. “Será um dia de reconhecimento àqueles que nos ajudam a propagar nosso Estado, divulgando e noticiando o algodão aqui produzido, dia também de homenagear os futuros profissionais que certamente, após conhecerem de perto a cotonicultura baiana, têm hoje uma outra visão da cultura que faz da Bahia o segundo maior produtor da fibra no Brasil”, diz o presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br