Leite Oeste Bahia traz renomado palestrante para Barreiras

Publicada em 24/01/2020 às 14:46

O Leite Oeste Bahia promoveu na manhã de hoje, 24, duas importantes palestras voltadas aos produtores de leite da região. As palestras foram ministradas no auditório da Abapa, em Barreiras, Oeste da Bahia.

Segundo Ubirajara Zapponi, diretor da Crio Consultoria em Agronegócio, a vinda dos palestrantes faz parte do início das atividades do Leite Oeste Bahia em 2020. “O Projeto Leite Oeste Bahia surgiu da necessidade de alavancar a cadeia produtiva do leite na região. A Crio Consultoria, em parceria com a Associação dos Criadores de Gado do Oeste da Bahia (Acrioeste), desenvolveram o projeto que visa atender 41 municípios do Extremo Oeste do Estado. De 2018 para cá já aconteceram dois Encontros da Cadeia Produtiva do Oeste da Bahia, realizados sempre nos meses de novembro, além de dois leilões exclusivos de matrizes leiteiras”, lembrou Zapponi.

O presidente da Acrioeste, Mario Cezar Mascarenhas, deu as boas-vindas e agradeceu a presença dos participantes no evento da Leite Oeste Bahia. “Tenho certeza que todos os participantes sairão desde encontro com uma visão diferente quanto a produção de leite. Todos que se fazem presentes neste evento vem em busca de conhecimento, e os palestrantes contratados foram ‘escolhidos a dedo’ por Ubirajara Zapponi, afirmou.

O primeiro tema abordado no encontro foi ‘Perspectiva do Mercado do Leite e seus Derivados no Brasil, ministrado pelo Eng. Agrônomo, Doutor em Economia, Coordenador da Aliança Láctea Sulbrasileira e Membro da Câmara Setorial do Leite e Derivados do Mapa, Airton Spien.

Em entrevista concedida, Dr. Airton Spien disse que o foco central é mostrar a cadeia produtiva do leite e derivados no Brasil, as perspectivas, as grandes oportunidades e desafios para transformar o leite em um produto que possa participar de forma competitiva no mercado interno e também para exportação. “O leite é uma cadeia produtiva que tem ficado para trás em comparação a outras cadeias produtivas do agronegócio, a exemplo dos suínos, aves, grãos, fibras e a própria cadeia produtiva da pecuária de corte”, advertiu o palestrante, reforçando que o leite, atualmente, vem dando um grande salto em termos de qualificação e profissionalização.

De acordo com informações do Dr. Airton Spien, o Brasil tem hoje novas instruções normativas sobre a qualidade do leite, temos ainda uma vigilância sobre esse setor produtivo, que impedem a produção de leite de qualquer jeito. “Temos que produzir leite com profissionalismo e qualidade para que possamos participar não só no mercado interno, como estarmos preparados para expandir o volume produção para além de daquilo que o mercado interno absorve”.

Sobre a estruturação da Cadeia Produtiva do Leite na região Oeste, o palestrante enfocou que vem acompanhando o agronegócio na Bahia como um todo, uma vez que presta assessoria a quatro cooperativas do Estado, na área de carne e leite na região de Itapetinga, café e pecuária de corte em Vitória da Conquista e grãos e café em Luís Eduardo Magalhães.

Quanto a produção de leite no estado, Airton Spien relatou que existem um bom problema a ser resolvido. “O Estado consome anualmente 2,3 bilhões de litros de leite e produz um pouco mais de 900 milhões de litros de leite. Existe um déficit de produção de 1,4 bilhões de litros. Portanto há um enorme espaço a ser ocupado, apenas é preciso que os produtores se profissionalizem para que possam aumentar a produtividade de leite por animal|ano, sem que tenham a preocupação de procurar novos mercados para sua produção”, concluiu o palestrante.

Já o produtor rural e proprietário da fazenda Lagedo, em Queimadas, Norte da Bahia, Luis Oliveira Gonçalves, palestrou sobre seu case de sucesso em sua propriedade. O produtor falou sobre ‘Sucesso na produção de leite superando as adversidades’, quando investiu em cursos de capacitação e ‘virou a chave’ de seu empreendimento. Luis Oliveira Gonçalves passou a ter sucesso e rentabilidade na atividade quando percebeu que havia necessidade de profissionalizar sua atividade.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br