Curso Técnico em Agropecuária inicia segundo módulo

Publicada em 08/04/2016 às 11:03

abapa

Ascom Abapa

O Curso Técnico em Agropecuária, iniciativa da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), através do Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia, Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães, iniciou na primeira semana de abril, o segundo módulo do Curso Técnico em Agropecuária, com disciplinas de Fruticultura e Floricultura, Defesa Sanitária Animal, Defesa Sanitária Vegetal, Silvicultura II, Desenho e Construções e Alimentos e Alimentação Animal.

“A Parceria firmada junto a UFV vem se mostrando cada vez mais importante para nossa região, especialmente para a Abapa, pois, a vinda de cursos técnicos na modalidade Ensino à Distância (EaD) foi uma grande conquista para o Centro de Treinamento, uma vez que a UFV possui grande reconhecimento e competência técnica na realização destes. Nossos alunos em sua grande maioria já são trabalhadores do campo e agora têm a chance de se especializarem com mestres e doutores da Universidade”, disse coordenador do Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia, Douglas Fernandes.

No dia 02 de abril, os alunos tiveram uma aula prática na Fazenda Agronol, em que foi ministrada a disciplina de Fruticultura e Floricultura, lecionada pela professora da Universidade Federal de Viçosa, Ana Cristina Simões, que ressaltou sobre as potencialidades da região oeste e a importância das aulas práticas. “A região é muito rica em bons exemplos. Nas aulas práticas os alunos podem vivenciar isso e conhecer todo o processo de produção, desde o plantio até a distribuição dos produtos. Poder mostrar isso para os alunos é diferente de falar de dentro da sala de aula”, ressaltou a professora.

O curso funciona na modalidade à distância, sendo dividido em aulas práticas, teóricas e estágios supervisionados. No primeiro módulo os alunos estudaram as disciplinas de EAD, Informática básica I, Solos, Introdução à Zootecnia, Silvicultura I e Sustentabilidade Ambiental. A turma atualmente conta com 42 alunos, entre eles, comunidade e profissionais do campo.

O aluno, Hebert Arita, ressalta a importância dessa formação para a sua vida profissional. “Só tinha a vivência no campo me faltava um curso como esse que me desse mais bagagem e ampliasse o meu conhecimento. Quando vi a oportunidade de fazer essa formação não pensei duas vezes. O curso tem trazido novos conceitos e temos colocado em prática no campo, isso é importante tanto para o meu desenvolvimento profissional, quanto para todo o contexto agrícola da região”, disse Herbert.

Segundo o tutor presencial do curso, Elvis Rodrigues, a cada semestre, os alunos participam de encontro presencial com os professores de cada disciplina. “Nessa dinâmica procuramos trazer atividades extracurriculares para complementar a carga horaria e enriquecer o conhecimento dos alunos, dentro e fora da sala de aula. Palestras, estudo dirigido, visitas técnicas são ações realizadas, em uma dinâmica diferente que para agregar ainda mais conhecimento”, disse Elvis.

O curso – Voltado para a formação de profissionais que atuam nas atividades agrícolas e zootécnicas, o Curso Técnico em Agropecuária, é gratuito e tem duração de dois anos, sendo dividido em quatro módulos semestrais.

Entre outros conceitos, o curso oferece noções elementares de biologia e agricultura, estudos dos solos, técnicas de administração de agronegócios e criação de animais. Também fazem parte da grade economia rural; organização e gerenciamento rural; silvicultura; caprinocultura e apicultura; fitossanidade animal e vegetal; técnicas e métodos de plantio; bovinocultura de leite e de corte; legislação rural; noções genéricas sobre construções de residências rurais e zootécnicas; uso do GPS; topografia; máquinas e implementos utilizados na agricultura e zootecnia; alimentação de animais, bovinos, equídeos, suínos e aves; cuidados sanitários; produção de queijos e outros derivados do leite; produção de defumados; processamento da carne e engenharia rural.

Parcerias – O Centro de Treinamento, responsável pelo Curso Técnico em Agropecuária, é um projeto da Abapa, e conta com recursos do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), Agrosul-John Deere, Veneza Equipamentos-John Deere, Senar, Senai, Sest/Senat, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Oeste Pneus-Pirelli, Valley Pivôs, Syngenta e Embraer, que disponibilizam todos os recursos necessários para as aulas práticas dos cursos.

1 Comentário

  1. fabio disse:

    e bom curso bom pra bom pequeno agricutor tem boa informaçao produto agrotoxico e bom curso

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br