Após assumirem operação da Fiol, chineses devem mudar trajeto da ferrovia

Publicada em 09/03/2016 às 09:14

mapa

Da redação JornalNF, com informações do Bahia Notícias

Após assinarem ontem, 08, acordo com o Governo da Bahia, chineses devem assumir a construção da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e a operação do Porto sul, em Ilhéus, Sul do Estado.

De acordo com informações, além dos empreendimentos baianos, o Fundo Chinês para Investimento na América Latina (Clai-Fund) e a China Railway Engineering Group n.10 (Crec) pretendem viabilizar, futuramente, uma ferrovia que ligue os oceanos Atlântico e Pacífico. O Governo da Bahia afirma que a intenção dos chineses seria criar uma linha de trem que saia do município de Ilhéus, às margens do Oceâno Atlântico, passe por Mato Grosso, Rondônia e Acre e chegue até o Peru, onde encontraria o Oceâno Pacífico, o que facilitaria e diminuiria o trajeto para a exportação de grãos entre as zonas produtoras do Brasil e a China, nosso maior mercado comprador de commodities agrícolas.

Caso se confirme o acordo, é provável que trajeto antigo, que passaria na tríplice fronteira São Desidério/Barreiras/Luís Eduardo Magalhães, seja mudado, com isso não seguiria mais para Figueirópolis/TO e sim cruzaria o rio São Francisco, em Bom Jesus da Lapa, passando por Correntina tendo como destino o município de Campinorte/GO, o que permitirá o encontro entre as ferrovias Norte Sul e a de Integração Centro-Oeste (Fico).

0 Comentários

Os comentários estão fechados.

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br