Agricultores baianos e Estado trabalham juntos na recuperação de estradas

Publicada em 27/03/2015 às 08:31

estrada

Ascom Aiba

As melhorias na infraestrutura do Oeste da Bahia avançam sem parar. Agricultores, prefeituras e o governo do Estado trabalham juntos para recuperar a malha viária da região. Rodovias estaduais e estradas vicinais estão recebendo manutenção emergencial. Este trabalho conjunto facilitará o escoamento da produção agrícola e a circulação da população do Oeste baiano.

Na BA 460, o trabalho já foi concluído com a recuperação dos 54 km que ligam a comunidade de Placas à divisa do Tocantins. Mas as máquinas continuam trabalhando em outras três rodovias estaduais; a BA 463, que liga o município de São Desidério a BR- 020, passa pela operação tapa-buracos ao longo de seus 124 km; o mesmo trabalho está sendo realizado, em caráter emergencial, na BA 459, conhecida como Anel da Soja, no trecho de Placas até o início da Ouro Verde e do Cerradão até a proximidade da Linha do Ouro. A obra de restauração total do Anel já foi licitada e os trabalhos deverão ter início em maio. O mesmo cronograma de reconstrução será seguido pela BA 225, na região da Coaceral, que teve, de maneira paliativa, um trecho recuperado com massa asfáltica e outro com cascalhamento, somando cerca de 60 km.

Para que todas estas obras sejam realizadas, os produtores da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) fazem o transporte do material que será utilizado; o governo do Estado fornece massa asfáltica e algumas prefeituras disponibilizam funcionários e máquinas para a realização do serviço.

Segundo o presidente da Aiba, Júlio Cézar Busato, a parceria com os governos federal, estadual e municipal é o mais importante caminho para tentar resolver os problemas da região que está em franco crescimento e carece de infraestrutura. “Só dessa forma e com esta união entre os produtores e o governo, seja de qual instância for, nós vamos conseguir resolver este problema. As obras não andam na velocidade que gostaríamos ou que necessitamos, mas acreditamos que no futuro vai nos trazer grandes resultados”, disse Busato.

O trabalho de articulação feito pela Aiba para o estabelecimento de parcerias voltadas à manutenção, recuperação e construção de estradas no Oeste da Bahia, favorece não só o Agronegócio, como também a população de toda a região.

1 Comentário

  1. jairo disse:

    isso e uma vergonha com tanto imposto que si arrecada nessa região tampando buraco com barro faz um serviço que presta.

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br