Adab promove treinamento para utilização de drones em apoio à defesa agropecuária

Publicada em 03/03/2020 às 11:11

Ascom Adab

Depois de passar pelo treinamento do GRAER-PMBA para operar aeronaves remotamente pilotadas (RPA), conhecidas como drones, ferramentas que cada vez mais colaboram nas atividades da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), profissionais da autarquia, promoveram treinamento técnico para as equipes das associações Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), em Luís Eduardo Magalhães.

Uma transferência de tecnologia com noções teóricas e práticas sobre a utilização do equipamento, eficiente coadjuvante no monitoramento rotineiro de áreas agrícolas, para ações de prevenção e combate a pragas.

O fiscal estadual agropecuário da Adab, Nailton Almeida capacitou as equipes técnicas dos programas fitossanitários do algodão e da soja para operação dos drones.

Durante o treinamento, o engenheiro agrônomo informou a turma sobre a legislação que regulamenta a utilização dos drones, a necessidade de elaboração de autorizações de vôo contendo análises de risco, além da prática operacional da RPA.

“É muito importante essa integração da Adab com as entidades representativas dos produtores, buscando a melhoria das ações de controle de pragas para as culturas do algodão e da soja”, ressaltou Nailton.

Drones e defesa

A crescente utilização dos drones pela Adab tem acontecido em virtude da importância da aplicação dessa nova tecnologia nas três áreas de atuação da autarquia.

A Diretoria de Defesa Vegetal, por exemplo, utiliza para diferentes ações preventivas mapeando a ação de pragas em determinado perímetro para, em seguida, a equipe de fiscalização adotar as providências necessárias junto com os responsáveis pela propriedade.

Na área de Defesa Sanitária Animal, é possível acompanhar o real número do rebanho de uma fazenda, a existência de animais confinados em função de doenças, a comprovação da prática do abate clandestino em estradas ou locais inadequados, entre outras verificações.

Já a Diretoria de Inspeção pode recrutar dados sobre o trânsito de produtos de origem agropecuária, abastecimento e venda ilegal. “A Adab está preparando o processo de montagem de um laboratório para tratamento de imagens captadas pelos drones para avaliação das estratégias de defesa agropecuária. Temos hoje 15 profissionais capacitados pelo curso do GRAER e, em breve, estaremos assegurando uma maior precisão nas ações, com economia de tempo e também de recursos”, arremata o diretor-geral da agência, Maurício Bacelar.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br