Qual o legado você quer deixar para as pessoas?

Publicada em 19/01/2018 às 09:03

 

Padre Ezequiel Dal Pozzo
www.padreezequiel.com.br

Na medida em que vamos caminhando e construindo a nossa vida, também vamos deixando rastros. Os rastros são as marcas que deixamos. Podem ser marcas de amor e podem ser marcas de dor e desgosto. Perguntar a si mesmo sobre que rastros eu estou deixando é muito importante para que vivamos conscientemente. A vida e as pessoas não podem passar despercebidas por nós. Estamos sempre mais aferrados em nossos objetivos e metas que, o que está fora dessas metas, passa ao largo da nossa vida. Até mesmo nos relacionamentos, valorizamos e damos atenção às pessoas que estão envolvidas em nossas metas e as outras não passam a ter o mesmo valor.

Eu e você temos uma origem divina. Nós saímos de Deus, fomos criados por vontade do seu amor. Após concluirmos a nossa aventura na terra, cremos que voltaremos para Deus. Dessa origem divina nasce uma missão. O que eu tenho que fazer neste mundo? O que o Deus que me criou espera de mim? Se eu pensar o que agrada a Deus e o que faz bem as pessoas e desejar fazer isso, certamente vou deixar rastros de amor. E isso é o que mais importa. A minha felicidade, minha alegria nasce do bem e da preocupação humana que eu tenho com os outros. Se fizer isso vou perceber que brotará algo em meu interior que não tem explicação, mas é uma satisfação intensa por ver o bem que floresce de minha obra. Eu posso ser uma benção para as pessoas e de tudo o que faço posso deixar sinais de amor.

Se deixar rastros de amor estiver dentro das minhas metas, então me preocuparei menos com minhas negatividades, com problemas, com dias cinzentos que experimento. Sei que isso faz parte, mas não vou dar demasiada atenção. A minha atenção e cuidado estarão nos outros e não nas minhas negatividades. Ficar sempre preso às minhas preocupações impossibilita que eu seja benção para os outros. Em todas as pequenas ações e detalhes simples poderei deixar marcas positivas. Claro, isso não é simples. Preciso de atenção continuada naquilo que faço, ao modo de tratar as pessoas, ao foco de minhas ações. Isso me deixará aberto às pequenas oportunidades de expressar amor e cuidado. Ali estarei construindo meu legado, deixando meus rastros e desempenhando minha missão.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br