Professores de Brejolândia paralisam atividade por três dias

Publicada em 07/11/2017 às 20:59

 

Da redação JornalNF | Fotos divulgação

Nem mesmo a chuva que caiu na cidade foi capaz de impedir que os professores de Brejolândia, município localizado no Oeste da Bahia, distante 757 quilômetros de Salvador, fossem para a rua e iniciassem hoje, 07, a paralisação de suas atividades que vai se estender até o próximo dia 09. Eles reivindicam da Prefeitura auxílio educação dos professores em exercício que foi retirado do salário no valor de R$ 250,00; a diminuição da carga horária na sala de aula de 20h semanais segundo a lei 11.738-08 que se se estipula 1/3 de carga horária ema atividades extra classe; as faltas duplicadas nos proventos referidos de cada mês que vem acontecendo nos salários dos servidores; recebimento do PRECATÓRIO DO FUNDEF, dos anos de 1998 a 2006, hoje FUNDEB; a implementação do plano de carreiras dos servidores da educação; elaboração e a retificação do concurso público sobre as vagas dos profissionais na área da educação (magistério).

Fechados ao diálogo, os manifestantes afirma que o prefeito da cidade, Gilmar Ribeiro da Silva (Mazim) e a secretária de educação Talita Morgana de Araújo Jorge, se negam a atender os pedidos do professorado, ameaçam cortar o ponto dos grevistas e divulgam através de áudios na cidade, inverdade sobre o movimento grevista e integrantes da diretoria do Núcleo Sindical da APLB/Brejolândia.

Com uma população estimada pelo Senso de 2010 em 11.127 habitantes, a cidade conta com aproximadamente 143 profissionais da educação em atividade. Com a paralisação, 1.400 alunos estão sem aulas.

9 Comentários

  1. Célia disse:

    Os profissionais da educação de Brejolândia estão de parabéns…A luta continua.

  2. Márcia Passos Andrade disse:

    Parabéns aos professores do município de Brejolândia!!
    Parabéns ao jornal Nova Fronteira!

  3. Edson Pereira dos Santos disse:

    Parabéns pela iniciativa,porém os líderes dessa manifestação são um exemplo de irresponsabilidade, incompetência, preguiçosos, vivem dando atestado para não trabalharem, viajam deixam alunos sem aulas. Vergonha.

  4. Rilton Carlos disse:

    Nós profissionais da educação de Brejolândia estamos de parabéns pela coragem na busca pelos nossos direitos e, que diante de certas ameaças não acovardamos e nem acovardaremos, pois só queremos o que é nosso.

  5. Márcio Cristiano disse:

    Um dia de vitórias.

  6. Gracino Barreto disse:

    Parabéns aos manifestantes, espero que depois dessa aqueles que até então estavam escondidos com medo do gestor possa refletir e aderir ao movimento. Pois não estamos fazendo nada de errado muito menos envolvendo questões políticas ou de natureza pessoas de sindicalistas como afirma a secretaria de educação. Fala isso porque foi simplesmente indicada ao cargo que que ocupa e não por competência. Não sabe quais são os direitos e puxa por onde o dedo indicar, mesmo sabendo que está sendo levada ao abismo.

  7. Maria do Socorro Campos disse:

    Parabéns a todos nós educadores, que tivemos a coragem de participar desta paralisaçao reivindicando nossos direitos

  8. Danisete Ribeiro de Castro disse:

    Parabéns ao jornal Nova Fronteira pela matéria.
    Quero também parabenizar a todos os envolvidos.
    #UnidosSomosMaisFortes
    #AlutaContinua
    #AesperançaVenceuOmedo

  9. Leidinalda disse:

    Isso ai voces estao de parabens pela iniciativa de reivindica o direito que e seus por lei e foi tirado

Deixe o seu comentário!

*

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br