O papel do agricultor na preservação do cerrado será tema de fórum na abertura da Bahia Farm Show 2018

Publicada em 25/05/2018 às 09:32

 

Fonte Dircom

Se há alguma dúvida sobre a contribuição dos produtores rurais na preservação do cerrado baiano, a 14ª edição da Bahia Farm Show será a oportunidade para demonstrar que eles são os que mais conservam mata nativa em suas propriedades, cumprindo além do que determina o Código Florestal. Na abertura da feira, no dia 29 de maio, a partir das 14h, será realizado o tradicional Fórum do Canal Rural, que debaterá o tema “O papel do agricultor na preservação do cerrado”. Estará presente o chefe-geral da Embrapa Monitoramento de Satélite, Evaristo Eduardo de Miranda, que apresentará um recente estudo, no qual se confirma que 64% de todo o bioma cerrado do oeste da Bahia encontram-se conservados.

Segundo ressaltou Miranda, a agricultura no Brasil utiliza somente 9% do território nacional, sendo 66% identificados com vegetação nativa com diferentes fisionomias (campestres e florestais), um total de 177 milhões de hectares preservados pelos próprios agricultores. “Comparativamente, os agricultores norte-americanos conservam bem menos e plantam bem mais. Eles usam 45,3% das suas terras para a agricultura e somente 19,9% estão destinados à preservação. Nos últimos dez anos, juntamente com o investimento em tecnologia, os produtores baianos passaram a ser referência na produção sustentável de grãos e fibra e são eles que mantêm a maior quantidade de áreas de vegetação nativa conservada na região”, reforça.

Também participam do Fórum do Canal Rural, os presidentes da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e da Bahia Farm Show, Celestino Zanella; e da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Cézar Busato. Na oportunidade, eles vão reforçar os projetos desenvolvidos pelas entidades para apoiar a preservação do meio ambiente, a exemplo do projeto de recuperação de nascentes, e do estudo do potencial hídrico do Aquífero Urucuia. “O Fórum será mais uma oportunidade para desmistificar que não respeitamos o meio ambiente, e que ao contrário, estamos fazendo a nossa parte, utilizando os recursos naturais de forma sustentável visando a produção e, ao mesmo tempo, garantindo o solo, a água e as áreas de floresta nativa em nossas propriedades, como será mostrado no estudo da Embrapa”, afirma Zanella.

Programação – Para os interessados em se aprofundar na produção sustentável realizada pelos agricultores baianos, a Bahia Farm Show 2018 ainda traz na sua programação na quarta-feira, 30, a palestra com os pesquisadores da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Fernando Pruski e José Rui de Castro, que vão trazer os últimos levantamentos do Estudo do Potencial Hídrico do Oeste da Bahia, produzido em conjunto com a Universidade de Nebraska, dos Estados Unidos, e apresentarão os dados do Sistema de Informação Hidrológica para o oeste da Bahia (SIHBA). Na quinta-feira, 31, serão relatados os resultados do programa de sustentabilidade realizado junto às propriedades rurais do oeste da Bahia, com o Workshop Soja Plus, uma parceria entre a Aiba e Abiove, que se somam às palestras sobre “Tecnologia para a Agricultura de Precisão e Grãos” e “Irrigação Subterrânea de Grãos. A grade completa da programação oficial de palestras e debates da Bahia Farm Show 2018 pode ser conferida no site: http://www.bahiafarmshow.com.br/programacao/.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br