Abapa promove cursos sobre E-social para setor agrícola de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães

Publicada em 28/05/2018 às 14:35

 

Ascom Abapa

Com a necessidade de adequação da plataforma do E-social, ao longo deste ano, o Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) realizou até a última sexta-feira, 25, em Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, o treinamento de “E-Social Contábil e Jurídico” para cerca de 150 gestores e técnicos das áreas administrativa, contábil e de recursos humanos das empresas ligadas ao setor agrícola do oeste da Bahia. Em parceria e certificação do Centro das Indústrias do Estado da Bahia (CIEB), o treinamento com carga horária de 16 horas/aula, abordou de maneira prática quais as principais mudanças na rotina das empresas trazidas pelo E-Social. Empresas privadas, incluindo as pequenas e os microempreendedores individuais, devem obrigatoriamente atualizar as informações neste novo sistema até o dia 16 de julho.

Para Ila Costa, auxiliar da área de recursos humanos do escritório de uma fazenda, o curso é importante para entender quais as principais mudanças para incorporar as adequações a serem realizadas dentro do setor. “Este treinamento está sendo bastante útil para entender todas as especificidades da plataforma”, explica. O curso, ministrado pelo consultor de empresas nas áreas trabalhista e previdenciária, Heleno Rocha dos Santos Júnior, reforçou durante o curso, de maneira prática, quais os principais procedimentos e documentação que devem ser atualizadas pela plataforma do E-Social. Para Laina Emily Campos, da Cieb, a ideia é um curso prático para atender a demanda imediata das empresas e colaboradores da área do agrícola que precisam se adequar ao novo sistema do E-social.

 

Ao participar da abertura do curso, o diretor da Abapa, Marcelo Kappes, reforça a importância da capacitação como fundamental para o desenvolvimento do setor agrícola do oeste da Bahia. “Por conta da tecnificação e das especificidades ligadas ao trabalho no campo, precisamos preparar os nossos colaboradores, com a preocupação principalmente na saúde e na qualidade de vida no trabalho”, afirma. Criado em 2010 o Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia (CTPT) capacitou até o ano de 2018, cerca de 15 mil pessoas que participaram de um total de 558 cursos ligados diretamente na cadeia produtiva do algodão. Em 2017, foram treinadas 6.621 mil colaboradores que participaram de um total de 244 treinamentos ligados às normativas de segurança do trabalho, operador de máquinas e colheitadeiras, produção e beneficiamento do algodão, dentre outros.

O Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), conta com a parceria da Agrosul-John Deere, Veneza Equipamentos-John Deere, Oeste Pneus-Pirelli, SENAR/SPRB, SENAI, SESI, CIEB, SESC, Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães e Universidade Federal de Viçosa (UFV), além do apoio do Fundeagro e do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA).

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br