Custo ‘Barreiras’ e o preço do descaso e das promessas mentirosas

Publicada em 15/09/2018 às 09:34

Por Eduardo Lena

Mais uma campanha política batendo e nossas portas e novamente a notícia da construção do novo terminal e expansão da pista de pouso e decolagem do aeroporto regional de Barreiras volta a mídia e aos programas eleitorais.

Promessa antiga, ainda do tempo do ex-governador Jaques Wagner, a cada campanha política o assunto volta à tona e as obras que é bom, ‘nadica de nada’. Enquanto isso, os usuários das linhas disponíveis em Barreiras são obrigados a pagar preços exorbitantes, fora da realidade nacional.

Recentemente fiz um levantamento de passagens de Barreiras para São Paulo, para onde preciso me deslocar na próxima semana e só encontrei preços superiores a R$ 900,00, só a ida. Ainda em minha pesquisa de preços descobri uma passagem de Brasília a São Paulo, no próximo domingo, 23, por R$ R$ 316,06, incluindo taxas de embarque. O que me chamou a atenção foi o tempo de voo, mais de sete horas. O voo sai às 9h35 de Brasília com chegada em Guarulhos às 17h55.

Me inteirando ainda mais esse sobre essa opção descobri que o avião é da Passaredo Linhas Aéreas e que tinha o seguinte itinerário: Saída 09h35 Brasília (BSB) – Chegada 11h Barreiras (BRA); Partida 11h20 Barreiras (BRA) – Chegada 13h10 Salvador (SSA); Partida 13h40 Salvador (SSA) – Chegada 14h40 Vitória da Conquista (VDC); Partida 15h Vitória da Conquista (VDC) – Chegada 17h55 SP – Guarulhos (GRU). E que esse mesmo voo saindo de Barreiras custaria R$ 922,97. Ainda perguntei para a agente de viagem se eu pegasse esse mesmo voo em Barreiras, ao contrário de me deslocar até Brasília, o preço seria mantido. ‘NÃO’, foi a resposta dura e direta da atendente.

Nessa hora é que percebi o custo ‘Barreiras’ e o preço do descaso e das promessas mentirosas. Mais uma vez tentam nos iludir com a promessa da construção do novo terminal e expansão da pista de pouso e decolagem do aeroporto regional de Barreiras, obra que certamente baratearia os custos das passagens devido aos pousos e decolagens de aviões de maior porte, vindos de outras capitais do país, o que levaria a livre concorrência entre as empresárias aéreas.

Enquanto isso, vou de leito mesmo, pois me recuso a colaborar com o descaso e descomprometimento com o povo do ‘Além São Francisco’. É nessas horas que me reacende a chama emancipacionista e o clamor pela criação do Estado do Rio São Francisco.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br