“No feriado da Independência, foi queimado o prédio onde foi assinada a independência do Brasil” diz filósofo

Publicada em 05/09/2018 às 10:48

Press Release | Foto MF Press Global

Dia 7 de Setembro, sexta-feira, será o feriado da Independência, cuja história foi perdida, queimado na triste tragédia que não só chocou o país, mas como também o envergonhou diante do mundo. O incêndio do Museu Histórico Nacional foi repercussão, não só no Brasil, mas em todo mundo.

Arrasado, um fã de arqueologia, da história e do tempo, o filósofo luso-brasileiro Fabiano de Abreu diz que sexta-feira será de luto.

“O feriado da independência, aquele de depois de amanhã, que muitos esperam ansiosamente para descansar e dar aquela escapadela da rotina, não é mais um feriado da independência e sim do ‘Luto da Independência’, pois queimaram o prédio onde foi assinada a independência do Brasil”.

O filósofo que ontem participou de um debate na RTP internacional para todos os países lusófonos, fez questão de lembrar a perda especial para a colônia portuguesa no Rio de Janeiro e no Brasil.

“Ontem ao falar na RTP fiz questão de expressar o sentimento de nós, portugueses, que vivemos no Brasil e a perda significativa de um pedaço de Portugal que ali estava”.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br