Antes tarde do que nunca: Produtores do Oeste baiano vão recuperar nascentes de rios

Publicada em 16/01/2018 às 10:51

 

Depois que alguns rios praticamente sumiram, como é o caso do rio dos Cachorros em Luís Eduardo Magalhães e outros estão com sua calha comprometida pelo assoreamento, como é o caso do rio Branco, divisa entre Barreiras e Riachão das Neves, os produtores do Oeste da Bahia resolveram se unir para recuperar as nascentes de vários rios que nascem no Oeste da Bahia.

Com recursos provenientes da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), as nascentes em 11 comunidades da região serão beneficiadas e o município de São Desidério será o primeiro a ser atendido.

A parceria dos produtores com a Prefeitura prevê a recuperação de nascentes em áreas de preservação permanente (APP’s), que somam mais de 80 hectares, localizadas nas comunidades de Alegre da Pontezinha, Cabeceira do Salto, Alegre, Conceição de Baixo, Marias, Boqueirão do Palmeiral, Estiva, Canabravão, João Rodrigues, Baixa Bonita e Pindaíba.

Pela parceria firmada, os produtores rurais garantem o aporte financeiro e as Prefeituras se responsabilizam pelo projeto e a mão de obra. Ainda este ano, além de São Desidério, os produtores do Oeste vão investir na recuperação das nascentes de rios em Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Correntina, mas não é descartado a inclusão de outros municípios.

1 Comentário

  1. martins disse:

    Estao de parabens a AIBA e ABAPA, por mais essa iniciava que, com certeza, causará um impacto especial e positivo em nossos rios. Cabe aos moradores desses mananciais, a obrigação de abraçar esse projeto e assumir sua parte na defesa da natureza. As atuais e futuras gerações saberão reconhecer o esforço dessa iniciativa.

Deixe o seu comentário!

*

JORNAL NOVA FRONTEIRA
Rua 19 de maio, 103 - Centro - BARREIRAS - BAHIA
Fone: (0xx77) 3611-8811 Email: comercial@jornalnovafronteira.com.br